FADIGA E QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA E TRATAMENTO ADJUVANTE

Renata Ribeiro Durães, Bárbara Veloso Almeida, Katlheen Wenffeny Almeida Mendes, Bruno Mendes

Resumo

FADIGA E QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA E TRATAMENTO ADJUVANTE

Resumo: Objetivo: avaliar a fadiga e as alterações de qualidade de vida em pacientes com câncer de mama
em tratamento adjuvante. Método: trata-se de um estudo descritivo, quantitativo de corte transversal, a
amostra foi composta por 34 mulheres, com diagnóstico de câncer de mama em tratamento quimioterápico
em um hospital de referência em oncologia do município de Montes Claros. Utilizou-se a Escala de
Identificação e Consequências da Fadiga, e outro questionário específico para avaliar qualidade de vida. A
análise e interpretação dos dados foi através do programa Microsoft Office Excel 2013 e Software Statitical
Package for the Social Sciences versão 20. Resultados: na análise descritiva do questionário de fadiga os
resultados demonstraram maior aspecto na sub escala das atividades de vida diária, com escore média 94,95
(26,55) e em seguida sub escala vigor 71,66 (10,93). Já com relação a análise descritiva do questionário de
qualidade de vida, a escala que apresentou melhor média de escore foi à saúde global com 64,46 (26,30),
em seguida a escala de sintomas 41,38 (22,83). Conclusão: Tanto as questões físicas quanto as questões
psicológicas e financeiras, agem diretamente para a sintomatologia do cansaço e fraqueza muscular nas
atividades de vida diária.

Palavras-chave

Neoplasia da mama; Quimioterapia; Fadiga; Qualidade de vida

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.