A Influência do exercício físico para tratamento do portador de transtorno afetivo bipolar

Patrícia Lessa, Tais Akemi Dellai Oshita

Resumo

Este estudo tem como objetivo: verificar as alterações psicobiológica que acometeu os portadores do distúrbio afetivo bipolar, relacionando-as com a prática dos exercícios físicos, que, proporcionando alterações das reações fisiológicas que caracterizam essa patologia, e, em conseqüência, amenizam alguns dos sintomas decorrentes. A presente pesquisa é de caráter bibliográfico, relaciona as áreas de psicopatologia, exercício físico, fisiologia e psiquiatria; caracteriza-se por ser descritiva e qualitativa interdisciplinar, servindo para auxiliar os profissionais de educação física que se interessam em trabalhar com portadores deste transtorno. Este estudo conclui que deve haver uma perspectiva multidisciplinar no atendimento do portador deste transtorno, auxiliando o profissional de educação física na busca pelo conhecimento da patologia, para que este possa fazer um programa com intensidade e volume adequados atendendo as suas reais necessidades.

Palavras-chave

Distúrbio bipolar; Qualidade de vida; Exercício físico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.