ANÁLISE DA QUALIDADE ALIMENTAR EM ESTUDANTES DE ENSINO MÉDIO DO NORTE DE MINAS GERAIS

Diana Alves Santos, Rafaela Terezinha De Souza Francisco, Alexandre Botelho Brito, Marise Fagundes Silveira, Lucineia De Pinho, Maria Fernanda Santos Figueiredo Brito

Resumo

ANÁLISE DA QUALIDADE ALIMENTAR EM ESTUDANTES DE ENSINO MÉDIO DO NORTE DE MINAS GERAIS

Resumo: Objetivo: Avaliar a qualidade alimentar de estudantes de ensino médio de escolas públicas e
particulares do norte de Minas Gerais. Métodos: Trata-se de um estudo epidemiológico, transversal e
analítico, intitulado “Estudantes online: uso e dependência da internet”, realizado no município de Montes
Claros – Minas Gerais, com estudantes matriculados no ensino médio de escolas públicas e privadas.
Resultados: Dos 966 entrevistados 62% referem consumir frutas por no mínimo 3 vezes na semana e 74%
consomem algum tipo de verdura. Em relação ao consumo de alimentos não saudáveis a porcentagem de
adolescentes que consomem guloseimas como balas, chocolates, chicletes, mais de uma vez na semana, foi
cerca de 85,9%, enquanto o consumo de salgados fritos por no mínimo 3 vezes na semana foi de 34,1%.
Além disso, 72,3% dos jovens bebem refrigerante pelo menos uma vez na semana. Conclusão: A maioria
dos adolescentes participantes da pesquisa consomem alimentos saudáveis em pelo menos 3 vezes por
semanas. Além disso, mais da metade dos entrevistados consomem alimentos pouco saudáveis na mesma
frequência. Portanto, surge a necessidade de fortalecer ações de promoção e apoio à alimentação saudável
dirigidas a jovens.

 

Palavras-chave

Alimentação; Adolescentes; Escola; Consumo de Alimentos; Saúde

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.