Skin cancer epidemiology: comparison between data from the 8th cancer prevention campaign and the national data

Renata Furletti Nunes Barros Rego, Ianca Elirrayeth Rocha Mentes, Cybele Guedes Ramos, Eduarda Martins Cruz, Luiza Carneiro Souza Magalhães, Jaqueline Rodrigues Aguiar de Carvalho

Resumo

EPIDEMIOLOGIA DAS NEOPLASIAS DE PELE: COMPARAÇÃO ENTRE OS DADOS COLETADOS NO 8º MUTIRÃO DE PREVENÇÃO AO CÂNCER E DADOS NACIONAIS

 

Abstract: Objective: To compare the national skin cancer epidemiological data with the information obtained from the Skin Tent at the 8th Cancer Prevention Campaign in the city of Montes Claros, Minas Gerais, Brazil. Methods: A descriptive study based on the data obtained from the answers to a structured questionnaire containing clinical and sociodemographic variables by visitors of the Skin Tent at the 8th Cancer Prevention Campaign, in Montes Claros, Brazil. Results: A total of 580 people were attended by Dermatology professionals. Of all the visits, 45 cases (7%) were referred to biopsy, and among these 28 (62.2%) were performed, with 17 cases (60.7%) being positive for Basal Cell Carcinoma and 11 being negative. Among those people referred to biopsy, 35.7% regularly used sunscreen blockers and 53.5% had a history of excessive exposure to the sun. Most of the patients with positive biopsy were over 40 years, female, and had not graduated from Elementary School. Conclusion: The Cancer Prevention Campaign is an effective strategy for early detection of skin cancer, thus establishing a better prognosis for the disease.

 

Resumo: Objetivo: comparar a epidemiologia nacional  do câncer de pele com os dados obtidos na tenda de pele, no 8º Mutirão de Prevenção ao Câncer em 2018, realizado na cidade de Montes Claros – MG. Metodologia: estudo descritivo realizado com dados obtidos a partir dos registros dos atendimentos na tenda de pele no 8º Mutirão de Prevenção ao Câncer. Utilizou-se um questionário estruturado contendo variáveis clínicas e sociodemográficas. Resultados: foram atendidas 580 pessoas por profissionais da Dermatologia. Entre esses atendimentos, 45 casos (7%) foram encaminhados para biopsia. Destas, 28 (62,2%) foram realizadas e 17 casos (60,7%) foram positivos para Carcinoma Basocelular e 11 negativos. Entre os encaminhados a biópsia, verificou-se que 35,7% tinham uso de protetor solar e 53,5% apresentavam histórico de exposição excessiva ao sol. Diante dos pacientes com biópsia positiva observou-se que a maioridade foi com idade superior a 40 anos, do sexo feminino e possuíam ensino fundamental incompleto. Conclusão: o Mutirão de Prevenção ao Câncer mostra-se como uma estratégia efetiva no rastreamento precoce do câncer de boca determinando melhor prognóstico para a doença.

Palavras-chave

Cancer; Skin; Epidemiology; Diagnosis; Prevention; Câncer; Pele; Epidemiologia; Diagnóstico. Prevenção

Texto completo:

Visualizar PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.