O corpo e a voz: inscrições sobre o masculino em narrativas queirosianas

Osmar Pereira Oliva

Resumo

Discutiremos neste trabalho o homoerotismo n’A correspondência de Fradique Mendes, evidente através do olhar seduzido do narrador pelo corpo masculino e também de um discurso excessivo sobre o corpo de outro homem.
Este trabalho é uma tentativa de demonstrar em que aspectos Eça de Queirós realiza as interdições de Eros em suas narrativas, sobretudo quando o objeto de desejo é o corpo masculino e os narradores se revelam homoeroticamente apaixonados por essas construções lingüísticas masculinas.

Palavras-chave

Homoerotismo, amor, sedução

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.