The role of foods in cancer: a narrative review

Amanda Cristina Mendes Gusmão, Jaqueline Rodrigues Aguiar de Carvalho, Shaila de Jesus Ferreira Pardinho

Resumo

Abstract: Cancer is a disease with a silent cause disease and it is the second cause of death in Brazil, falling behind only to cardiovascular diseases, reaching about six million people, representing 12% of death all year. Thus, the objective of this work is to elucidate the main types of food that have carcinogenic and protective effect in the onset of the disease. The paper is a bibliographic-like research. A research was done for the scientific literature in the following databases and research portals: Scielo, LILACS, BVS, Pubmed and Academic Google. The descriptors used were cancer, feeding, prevention, carcinogenic substance. Vitamins A, C, E, as well as carotenoids help in preventing the onset of the disease, also working as antioxidants. The antioxidant nutrients act by inhibiting the oxidative damages in the DNA, since the carcinogenic process is characterized by a chronic oxidative state, which characterizes the antioxidant foods as chemo preventive. Vitamin C is considered one of the most important and the least toxic of the natural antioxidants. In contrast, some foods are responsible for the onset of the disease, highlighting the nitrosamines present in the sausages, salami, ham, aflatoxins present in peanuts, corn and nuts from Brazil, and aromatic and polycyclic hydrocarbons present in roasted meat. Therefore foods have the function of developing or inhibiting the formation of cancer, being of extreme importance a healthy diet rich in antioxidant vitamins so that it is possible to change the disease scenario.

Keywords: Cancer; Feeding; Prevention; Carcinogenic Substance.

O papel dos alimentos no câncer: uma revisão narrativa

Resumo: O câncer é uma doença de causa silenciosa e é a segunda causa de morte no Brasil, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares, atingindo cerca de seis milhões de pessoas, representando 12% de morte todo o ano. Com isso, o objetivo do trabalho é elucidar os principais tipos de alimentos que tem efeito carcinogênico e protetor no surgimento da doença. O trabalho trata-se de uma pesquisa de natureza bibliográfica. Foram realizadas buscas de literatura científica nas seguintes bases de dados e portais de pesquisa: Scielo, LILACS, BVS, Pubmed e Google Acadêmico. Os descritores utilizados foram: câncer, alimentação, prevenção, substância cancerígena. As vitaminas A, C, E, bem como os carotenoides auxiliam na prevenção do surgimento da doença, funcionando também como antioxidantes. Os nutrientes antioxidantes atuam inibindo os danos oxidativos no DNA, uma vez que o processo carcinogênico é caracterizado por um estado oxidativo crônico, o que caracteriza os alimentos antioxidantes como quimiopreventivo. A vitamina C é considerado um dos mais importantes e o menos tóxico dos antioxidantes naturais. Em contrapartida, alguns alimentos são responsáveis pelo surgimento da doença, destacando as nitrosaminas presentes nos alimentos embutidos como: salsicha, salame, presunto, aflotoxinas presentes no amendoim, milho e castanha do Brasil, e os hidrocarbonetos aromáticos e policíclicos presentes na carne assada. Portanto, os alimentos têm a função de desenvolver ou inibir a formação do câncer, sendo de extrema importância uma alimentação saudável rica em vitaminas antioxidantes para que se possa mudar o cenário da doença.

Palavras-chave: Câncer; Alimentação; Prevenção; Substância Cancerígena.


Palavras-chave

Cancer; Feeding; Prevention; Carcinogenic Substance; Câncer; Alimentação; Prevenção; Substância Cancerígena

Texto completo:

Visualizar PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.