Changes in oncological patients: clinics and the gastrointestinal tract treatment

Adriana da Silva Miranda, Renata Ferreira Santana, Erlânia do Carmo Freitas

Resumo

Abstract: Cancer, because of the increased incidence, has been considered a worldwide public health problem. The objective of the literature review was to present the main clinical aspects and the gastrointestinal tract involved in cancer patients. Malnutrition is a  significant factor in cancer patient care, since it is directly associated with a reduction in the patient’s response to treatment and recovery, and an increase in length of hospital stay, resulting in decreased quality of life, making the results more critical. It is emphasized that weight loss and the loss of body tissues are a common condition in oncology patients, generally related to the location, type of tumor, presence and duration of gastrointestinal symptoms (mucositis, anorexia, altered taste and altered perception of taste and smell, vomiting, diarrhea and malabsorption of nutrients). Factors which promote the reduction of food intake or the use of nutrients by the body, and recognized as a risk for the triggering of cachexia. The cachectic state of the cancer patient is probably mediated by cytokines that alter macronutrient metabolism, a condition of severe protein-energy malnutrition. Therefore, it is extremely important the assistance of the health team to the patient with cancer and their particularities to maintain or promote favorable conditions of attendance of their health needs, performing periodic follow-up with due intervention in a timely manner to minimize complications. These procedures are of fundamental value for a good result in the adopted cancer therapy and for the quality of life promotion.

Keywords: Cancer; Malnutrition; Risk factors.

Alterações clínicas e do trato gastrintestinal em pacientes oncológicos em tratamento

 

Resumo: O câncer em virtude do aumento da incidência tem sido considerado problema de saúde pública mundial. Objetivou-se com a revisão bibliográfica apresentar os principais aspectos clínicos e do trato gastrointestinal envolvidos nos pacientes portadores câncer em tratamento. A desnutrição é um fator significativo na assistência do paciente oncológico, uma vez que está diretamente associada à redução na resposta ao tratamento e recuperação do paciente, e aumento do tempo de internação, resultando em diminuição da qualidade de vida, tornando os resultados mais críticos. Destaca-se a perda de peso e de tecidos corporais como condição comum em pacientes oncológicos, geralmente relacionada à localização, o tipo de tumor, a presença e a duração dos sintomas gastrintestinais (mucosite, anorexia, alteração no paladar e na percepção do gosto e do cheiro, vômitos, diarreia e má absorção dos nutrientes). Fatores estes promotores da redução da ingestão alimentar ou do aproveitamento dos nutrientes pelo organismo, e reconhecidos como de risco para o desencadeamento da caquexia. O estado caquético do paciente oncológico é provavelmente mediado por citocinas que alteram o metabolismo de macronutrientes, condição esta de desnutrição energético-proteica grave. Deste modo é suma importância a assistência da equipe de saúde ao paciente portador de câncer e suas particularidades para manter ou promover condições favoráveis de atendimento de suas necessidades de saúde, realizando um acompanhamento periódico com a devida intervenção em tempo hábil para minimizar as complicações, condutas de fundamental valor para um bom resultado na terapêutica oncológica adotada e para promoção da qualidade de vida.

Palavras-chave: Câncer; Desnutrição; Fatores de Risco.

Palavras-chave

Cancer; Malnutrition; Risk factors; Câncer; Desnutrição; Fatores de Risco.

Texto completo:

Visualizar PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.