Análise do processo difusivo de filmes de quitosana contendo óleo de palmeiras (aracaceae) do cerrado brasileiro

Igor Brumano Coelho Amaral, Sônia Ribeiro Arrudas, Juliana Rocha de Meira, Arlete Barbosa Reis

Resumo

Resumo: A Mauritia flexuosa L.f., popularmente conhecida como “buriti” e a Acrocomia aculeata, conhecida como “macaúba”, são espécies da família Arecaceae, ricas em ácidos graxos monoinsaturados e ambas encontradas no Cerrado Brasileiro. Possuem diversas aplicações desde antioxidantes, cicatrizantes, plastificantes, produção de biocombustíveis, coadjuvantes em emulsões, dentre outras. A quitosana é um polímero natural obtido a partir de resíduos da indústria pesqueira que, quando acrescidos de ácidos graxos, formam filmes e emulsões com características distintas podendo ser utilizados em setores diversos, como fármacos, embalagens e proteção a produtos. Objetivo: Foi realizado o estudo da difusão de filmes de quitosana contendo óleos vegetais de buriti e macaúba. Metodologia: No presente trabalho, foram produzidos três tipos de filmes a partir do biopolímero quitosana: FQ, FQB e FQM, correspondendo aos filmes de quitosana, filmes emulsionados de quitosana e óleo de buriti e filmes de quitosana e óleo de macaúba, respectivamente. Os filmes foram caracterizadas quanto à solubilidade, permeabilidade ao vapor d’água, difusão e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Resultados: Foi possível concluir que houveram diferenças estatisticamente significativas entre a amostra FQM e as amostras FQB e FQ, destacando as amostras. FQM. Conclusão: Embora a amostra FQM tenha demonstrado maior solubilidade e permeabilidade ao vapor d’água,  apresentou também menor coeficiente de difusão, que pode estar relacionado à interação dos ácidos graxos monoinsaturados presentes no óleo de macaúba e sua interação com o biopolímero quitosana.

Palavras-chave

Biopolímeros. Quitosana. Buriti (Mauritia flexuosa L.f.). Macaúba (Acrocomia aculeata). Difusão (Lei de Fick).

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

MELO, I. S. Microbiologia Ambiental. 2ª ed. – Embrapa Meio Ambiente –

Jaguariúna/SP, 2008.

MUZZARELLI, R. A. A.; E. VINCENZI, M. Chitosans as dietary food additives. In: GOOSEN, M.F.A. Applications of chitin and chitosan. Maryland: Technomic Publishing Company, p. 1152-128, 1997.

DODANE, V.; KHAN, M. A; MERWIN, J. R. Effect of chitosan on epithelial permeability and structure. International Journal of Pharmaceutics, v.182, n.1, p. 21-32, 1999.

MARTINHON, Priscila Tamiasso; ROCHA, Angela Sanches; SOUSA, Célia Sousa. Potencial tecnológico da quitosana. VII EEBQV – VII Encontro da Escola Brasileira de Química Verde. “Novos Processos para a Indústria de Renováveis”. RJ, 2017.

JOHN, M.J.; THOMAS, S.; Biofibres and biocomposites. Carbohidrate Polymers, v.71, p.343-364, 2008.

REIS, ARLETE BARBOSA DOS. Processo de revestimento à base de quitosana em papel kraft: propriedades mecânica, de barreira e biodegradabilidade / Arlete Barbosa dos Reis. -- Campinas, SP: [s.n.], 2010.

DAMODARAN, S.; ANAND, K. Sulfhydril-disulfide interchange-induced interparticle protein polymerization in whey protein-stabilized emulsions and its relation to emulsion stability. Journal of Agricultural and Food Chemistry, Washington, v.45, n.10, p. 3813- 3820, 1997.

KIM, S-J.; USTUNOL, Z. Solubility and moisture sorption isotherms of whey-proteinbased edible films as influenced by lipid and plasticizer incorporation. Journal of Agricultural and Food Chemistry, Washington, v. 49, n.9, p. 4388-4391, 2001.

CÂNDIDO, T. L. N.; SILVA, M. R.; AGOSTINI-COSTA, T. S. Bioactive compounds and antioxidant capacity of buriti (Mauritia flexuosa L.f.) from the Cerrado and Amazon biomes. Food Chemistry, [S.L], v. 177, p. 313–319, jan. 2015.

FREIRE, J. A. P.; BARROS, K. B. N. T.; LIMA, L. K. F.; MARTINS, J. M.; ARAÚJO, Y. C.; OLIVEIRA, G. L. S.; AQUINO, J. S.; FERREIRA, P. M. P. Phytochemistry Profile, Nutritional Properties and Pharmacological Activities of Mauritia flexuosa. Journal of Food Science, [S.L], v. 81, n. 11, p. 2611-2622, dez. 2016.

KOOLEN, H.H.F.; SILVA, F.M.A.; GOZZO, F.C.; SOUZA, A.Q.L.; SOUZA, A.D.L. Antioxidant, antimicrobial activities and characterization of phenolic compounds from buriti (Mauritia flexuosa L. f.). UPLC-ESI-MS/MS. Food. Res. Int., v.51, p.467-473, 2013.

SCHLEMMER, Daniela; SALES, Maria J. A.; RESCK, Inês S. Preparação, caracterização e degradação de blendas PS/TPS usando glicerol e óleo de buriti como plastificantes. Polímeros v.20, n.1, São Carlos, 2010.

OLIVEIRA, D. A. et al. Genetic diversity in populations of Acrocomia aculeata (Arecaceae) in the northern region of Minas Gerais, Brazil. Genet Mol Res., v. 11, n. 1, p. 531-8, 2012.

CARVALHO, K.J.; SOUZA, A.L.; MACHADO, C.C. 2011. Ecologia, Manejo, Silvicultura e Tecnologia da Macaúba. Convênio de Cooperação Técnica SECTES/FAPEMIG, Pólo de Excelência em Florestas, Universidade Federal de Viçosa. 38 p.

CETEC. Produção de combustíveis líquidos a partir de óleos vegetais: relatório final

do Convênio STI- MIC / CETEC. Vol. 1 e 2. CETEC. Belo Horizonte, 1983. v.1/2.

McHUGH, T.H.; AVENA-BUSTILLOS, R.; KROCHTA, J.M. Hydrophilic edible films: modified procedure for water vapor and explanation of thickness effects. Journal of Food Science, Chicago, v.58, n4, p. 899-903, 1993.

JACOB, Ricardo Max; MAIS, Osvaldo Lahoz. Engenharia Química e Nanotecnologia. Revista Brasileira de Engenharia Química. 1º quadrimestre 2017. Vol. 32 - nº 3, 2017.

MALI, S.; GROSSMANN, M. V. E.; YAMASHITA, F. Starch films: production, properties and potential of utilization. Semina: Ciências Agrárias, v. 31, n. 1, p. 137-156, 2010.

ZAMUDIO-FLORES, P.B.; TORRES, A.V.; SALGADO-DELGADO, R.; BELLO-PÉREZ, L.A.Influence of the oxidation and acetylation of banana starch on the mechanical and water barrier properties of modifies starch/chitosan blend films. Jounal of Applied Polymer Science, v.115 p. 991-998, 2010.

ASTM E96-95. Standard test methods for determining gas permeability characteristics of plastic film and sheeting. Annual Book of ASTM Standards. American Society for Testing Materials, Philadelphia, PA, 1995.

CRANK, J. (1956). The Mathematics of Diffusion. Pp. 4, 47. London: Oxford University Press.

ALVARENGA, E.S.; OLIVEIRA, C.P.; BELLATO, C.R. An approach the understanding the desacetylation degree of chitosan. Carbohydrate Polymers, V-80, p. 1155-1160, 2010.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.