Desafio das mulheres que foram mães na adolescência quanto a prevenção da gravidez precoce de suas filhas

Fabíola Afonso Fagundes Pereira, Thayná Soares Silva, Andra Aparecida Dionizio Barbosa, Thallyta Geovana Soares Silva

Resumo

Objetivo: Descrever o desafio das mulheres que foram mães na adolescência quanto à prevenção da gravidez precoce de suas filhas e, dessa forma, acrescentar informações pertinentes à área de saúde do adolescente, que subsidiará o planejamento real das ações voltadas a esta clientela. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa qualitativa e descritiva realizada com mulheres que foram mães na adolescência e que, atualmente, veem-se diante do desafio de prevenir a gravidez precoce de suas filhas. Mulheres moradoras do município de Francisco Sá-MG, cadastradas nas equipes de ESF. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado à entrevista semiestruturada. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual de Montes Claros, e consentimento das participantes através, do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Na discussão dos dados, utilizou-se a Análise do Conteúdo que tem como proposta trabalhar diversas formas de comunicação seja qual for a natureza. Resultados: O diálogo entre mães e filhas sobre prevenção da gravidez precoce não existe ou é superficial; essas mães pensam que suas filhas ainda não tem idade suficiente para discutir o assunto e, não acham que esta conversa seja um desafio; poucas percebem a vulnerabilidade na qual suas filhas se encontram. Conclusão: Com a ausência de uma relação entre mãe e filha, o número de gestações entre adolescentes tentem a aumentar, pois esse diálogo quando não acontece antes do início da atividade sexual, implica diretamente na saúde do adolescente.

Palavras-chave

Adolescente; Gravidez na adolescência; Sexualidade

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

BIAZUS, C. B.; RAMIRES, V. R. R. Depressão na adolescência: uma problemática dos vínculos. Psicol. estud., Maringá, p. 83-9, mar, 2012. Disponível em: . Acesso em: 01 Jun. 2015

BRASIL. Secretaria de Estado de Saúde de MG-. Atenção à saúde do adolescente- Saúde em casa. Belo Horizonte, 2006.

SILVA, A. D. A A. et al. Fatores associados à recorrência da gravidez na adolescência em uma maternidade escola: estudo caso-controle. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, mar, 2013. Disponível em: . Acesso em:14 Abr. 2015

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente. Brasília, 2013.

BUENDGENS, B. B.; ZAMPIERI, M. D. F. M. Uma grávida adolescente na Percepção de Médicos e Enfermeiros da Atenção Básica. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro, p. 64-72, mar, 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 Abr 2015

NERY, I. S. et al. Reincidência da Gravidez em adolescentes de Teresina, PI, Brasil. Rev. bras. Enferm., Brasília, p. 31-37, fev, 2011. Disponível em: Acesso em: 15 Abr 2015

FERNANDES, A. D. O. et al. Gravidez na adolescência: percepções das mães de gestantes Jovens. Acta paul. Enferm., São Paulo, p.55-60, 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 Abr. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Diretrizes e normas Regulamentadoras sobre pesquisa envolvendo seres humanos. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília. 2012.

CÂMARA, R. Análise de conteúdo: da teoria à prática em pesquisas sociais aplicadas às organizações. Rev. Interinst. Psicol, p. 179-19, jul, 2013. Disponível em: . Acesso em: 29 Out 2016

SALOMÃO, R.; SILVA, M. I.; CANO, M. A. T. Sexualidade do adolescente na percepção dos pais, sob a perspectiva de Foucault. Rev. Eletr. Enf. online. p. 609-618, 2013.

BARDIN, L. Analise do conteúdo. 7.ed. Portugal, 2006.

SANTOS, A. D. L. et al. Participação de avós no cuidado aos filhos de mães adolescentes. Rev Min Enferm, jan/mar, 2015. Disponível em: . Acesso em: 07 Out. 2016

FERREIRA, E. B. et al. Causas predisponentes à gestação entre adolescentes. Res. Fundam. Care, out/dez, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 Out 2016

CABRAL, A. C. D. F. et al. Percepções da gravidez em adolescentes gestantes. Res. fundam. Care, p. 2526-36, abr/jun, 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 Fev. 2017

QUEIROS, M. V. O. et al. Perfil da gravidez na adolescência e ocorrências clínico-obstétricas. Rev Rene, p. 455-62, mai/jun, 2014. Disponível em: . Acesso em: 07 Out. 2016

NEVES, A. M. et al. Práticas educativas com gestantes adolescentes visando a promoção, proteção e prevenção em saúde. Rev Min Enferm. jan/mar, 2015. Disponível em:. Acesso em: 11 Out. 2016

FONSECA, F. F. et al. As vulnerabilidades na infância e adolescência e as políticas públicas brasileiras de intervenção. Rev. paul. pediatr. [Internet], p. 258-264, jun, 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 Fev. 2017

QUEIROZ, M. V. O. et al. Situações de vulnerabilidades e riscos auto referidos por escolares adolescentes. Rec. Rene. Fortaleza, p. 493-502, 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 Fev. 2017

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.