Clareamento dental e seus efeitos na morfológia do esmalte dental: uma revisão da literatura

Lydiane dos Santos Dantas, Pablo Jardel de Oliveira Santos, Carmen Lucia Soares G. de Medeiros, Maria Helena Chaves de Vasconcelos Catão, Suedina Maria de Lima Silva

Resumo

O padrão de beleza moderno exige um sorriso bonito e harmônico, para tanto dentes bem alinhados e brancos são fundamentais. Desse modo, existe uma grande procura por procedimentos que possibilitem tal estética, dentre eles, está o clareamento dental, que se caracteriza por ser um procedimento conservador, cômodo e com resultados relativamente rápidos e satisfatórios.  No entanto, tem seus pontos benéficos e maléficos reconhecidos, devendo ser ambos de total domínio do profissional. Logo, o objetivo do presente artigo é apresentar uma revisão da literatura a respeito de alterações na estrutura do esmalte decorrente do uso de agentes clareadores. Tratando-se de um levantamento bibliográfico realizado entre os anos de 2002 a 2015 e diante do que tem disponível na literatura, o clareamento dental pode causar alterações morfológicas na superfície do esmalte e repercutir clinicamente sob a forma de sintomatologia. Dessa forma, em cada caso, é necessária a realização de um correto diagnóstico, plano de tratamento individualizado, seleção da técnica e conhecimento do potencial do agente clareador, para que o máximo de efeitos positivos sejam alcançados.

 

 

Palavras-chave

Clareadores. Estética dentária. Desmineralização.

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

YAMASHITA, J. C. et al. Avaliação da superfície de esmalte bovino após tratamento clareador e diferentes formas de polimento: estudo em MEV. Salusvita., Bauru, v. 25, n. 1, p. 43-56, 2006.

LEITE, T.C.; DIAS, K.R.H.C. Efeitos dos agentes clareadores sobre a polpa dental: revisão de literatura. Rev. bras. odontol. v. 67, n. 2, p. 203-208, 2010.

KWON, Y.H, et al. Effects of hydrogen peroxide on the light reflectance and morphology of bovine enamel. J. Oral Rehabil. v. 29, n. 5, p. 473-7, 2002.

DAHL, J.E., PALLESEN, U. Tooth bleaching a critical review of the biological aspects. Crit. Rev. Oral Biol. Med., v.14, n.4, p.292-304, 2003.

MARSON, F. C.; SENSI, L.G; ARRUDA, T. Efeito do clareamento dental sobre a resistência adesiva do esmalte. RGO. 2008; v. 56, n. 1, p. 33-37, 2008.

ESBERARD, R. R. et al. Efeitos das técnicas e dos agentes clareadores externos na morfologia da junção amelocementária e nos tecidos dentários que a compõe. Rev Dental Press Estét. v. 1, n. 1, p. 58-72, 2004.

MEIRELES, S.S. et al. Effectiveness of different carbamide peroxide concentrations used for tooth bleaching: an in vitro study. J Appl Oral Sci. v. 20, n. 2, p. 186-91, 2012.

DE FREITAS, P. M. et al. Effects of two 10% peroxide carbamide bleaching agents on dentin microhardness at different time intervals. Quintessence Int. 2002; 33(5): 370-5.

PORTOLANI JUNIOR, M. V, CANDIDO, M.S.M. Efeito dos agentes clareadores sobre as estruturas dentais. Revista de Odontologia da UNESP. v. 34, n. 2, p. 91-94, 2005.

EISENMANN, D.R. Estrutura do esmalte. In: Histologia bucal. 2ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1988. cap.12, p. 175-192.

KATCHBRIAN, E., ARANA, V. Esmalte. In: Histologia e embriologia oral. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1996. p. 237-80.

FEVERSKOV, O.; KIDD, E. Cárie dentária: a doença e o seu tratamento clínico. São Paulo: Livraria Santos, 2005.

YEH, S.R. et al. Surface changes and acid dissolution of enamel after carbamide peroxide bleach treatment. Operative Dentistry, v.30, n.4, p.507-15, Jul-Ago, 2005.

NISHIO, C. Formação do esmalte dentário, novas descobertas, novos horizontes. R Dental Press Ortodon Ortop Facial; Maringá, v. 13, n. 4, p. 17-18, jul./ago. 2008.

TEN CATE, A.R. Amelogênese. In: Histologia bucal: desenvolvimento, estrutura e função. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2001. p.186-221.

ATTIN, T. ATT Methods for assessment of dental erosion. Monogr Oral Sci, v. 20, p. 152-72, 2006.

ELTON, V. et al. Validation of enamel erosion in vitro. J Dent. v. 37, n. 5, p. 336-41, 2009.

JOINER A. The bleaching of teeth: a review of the literature. J Dent. v. 34, n. 7, p. 412-9, 2006.

PINHEIRO, H.B. Influência de um gel remineralizante e de cinco géis clareadores sobre a ultra-estrutura e microdureza do esmalte e da dentina de dentes humanos.[ Dissertação de Mestrado]. São Paulo: Faculdade de Odontologia da USP; 2009.

CADENARO, M. et al. Effect of two in-office whitening agents on the enamel surface in vivo: a morphological and non-contact profilometric study. Oper Dent. v. 33, n. 2, p. 127-34, 2008.

ANDRADE, A.P. Monitoramento do processo de desmineralização e remineralização do esmalte dental humano durante e após o clareamento dental. [Dissertação de mestrado] São Paulo: Faculdade de Odontologia da USP, 2009.

DANIEL, C. P. et al. Efeitos de diferentes sistemas de clareamento dental sobre a rugosidade e morfologia superficial do esmalte e de uma resina composta restauradora. Rev. Odontol. Bras. Central. v. 20, n. 52, p. 7-14, 2011.

SOKOLONSKI, A. R. et al. Estudo in vitro da ação clareadora de dentifrícios da ação clareadora de dentifrícios. Pesq Bras Odontoped Clin Integr, João Pessoa, v. 9, n. 1, p. 63-69, jan./abr. 2009.

SANTOS, L. F. T. F. Efeitos de agentes clareadores sobre a suscetibilidade do esmalte submetido a desafios erosivos In Vitro. [Dissertação de mestrado] São José dos Campos: Faculdade de Odontologia de São José dos Campos – UNESP, 2012.

AMARAL, P. G. et al. Influência da presença do cálcio em agentes clareadores e sua relação com a microdureza do esmalte dental humano. Rev. Bras, Ciênc. Saúde, João Pessoa. v. 14, n. 2, p. 37-44, abr./jun., 2010.

AZAMBUJA REICHERT, L. et al. Estudo comparativo in vitro da eficácia de clareadores para uso em moldeiras e em consultório. Stomatos, Rio grande do Sul, v. 16, n. 31, p. 14-22, jul./dez, 2010.

SILVA, F. M. M.; NACANO, L. G.; PIZI, E. C. G. Avaliação clínica de dois sistemas de clareamento dental. Rev Odontol Bras Central, Goiânia. v. 21, n. 56, p. 473-479, 2012.

BORGES, A.B et al. The influence of bleaching agents on enamel bond strength of a composite resin according to the storage time. Rev Odontol UNESP. v. 36, n. 1, p. 77-83, 2007.

CARRILHO, E.V.P. et al. Estudo com Microscópio Electrônico de Varrimento, das Alterações morfológicas da superfície do esmalte, após tratamento com dois sistemas de branqueamento. Revista portuguesa de Estomatologia, Medicina dentária e cirurgia Maxilofacial. Volume 48, nº 4, 2007, p. 205-212.

AYRES, A. P. A. et al. Avaliação da microdureza do esmalte dental bovino após técnicas de clareamento caseiro, de consultório e a associação das técnicas com agentes de baixa e alta concentração de peróxidos. Rev. pós-grad., São Paulo, v. 19, n. 4, p. 147-152, out./dez., 2012.

PINHEIRO, H.B. Análise microestrutural do esmalte tratado com peróxido de hidrogênio e carbamida. RGO - Rev Gaúcha Odontol., Porto Alegre, v.59, n.2, p.215-220, abr./jun., 2011.

CERVANTES, A. et al. Estudo da microdureza do esmalte bovino submetido ao tratamento clareador ativado por diferentes fontes de luz. Cienc. Odontol. Bras, São José dos Campos, v. 9, n. 3, p. 78-86, jul./set., 2006.

BISTEY, T. et al. In vitro FT-IR study of the effects of hydrogen peroxide on superficial tooth enamel. Journal of Dentistry (2006), doi:10.1016/j.jdent.2006.10.004.

JUSTINO, L.M; TAMES, D.R; DEMARCO, F.F. In situ and in vitro effects of bleaching with carbamide peroxide on human enamel. Oper Dent,; v. 29, n. 2, p. 219-25, 2004.

BOAVENTURA, J. M. C. et al. Microdureza e rugosidade superficial do esmalte submetido ao clareamento – uma revisão de literatura. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, v. 23, n. 2, p. 162-70, mai-ago, 2011.

BARATIERI, L.N. et al. Clareamento dental. Caderno de dentística, São Paulo, Santos, p.129, 2004.

DEMARCO, F. F et al. Preferences on vital and nonvital tooth bleaching: a survey among dentists from a city of southern Brazil. Braz. Dent. J. v.24, n. 5, p. 527-31, 2013.

WORSCHECH, C.C. In vitro evaluation of human dental enamel surface roughness bleached with 35% carbamide peroxide and submitted to abrasive dentifrice brushing. Pesqui Odontol Bras. v. 17, n. 4, p. 342-8, 2003.

BERGA CABALLERO, Amparo; FORNER NAVARRO, Leopoldo; AMENGUAL LORENZO, José. In vivo evaluation of the effects of 10% carbamide peroxide and 3.5% hydrogen peroxide on the enamel surface. Med. oral patol. oral cir.bucal (Internet), Madrid, v. 12, n. 5, set. 2007.

PINTO, C.F et al. Peroxide bleaching agent effects on enamel surface microhardness, roughness and morphology. Braz Oral Res, v. 18, n. 4, p. 306-11, 2004.

SOARES, Diana Gabriela et al. Mineral Loss and Morphological Changes in Dental Enamel Induced by a 16% Carbamide Peroxide Bleaching Gel. Braz. Dent. J., Ribeirão Preto, v. 24, n. 5, p. 517-521, Out. 2013.

OLIVEIRA, Rogério de; PAES LEME, Adriana Franco; GIANNINI, Marcelo. Effect of a carbamide peroxide bleaching gel containing calcium or fluoride on human enamel surface microhardness. Braz. Dent. J., Ribeirão Preto , v. 16, n. 2, p. 103-106, ago. 2005.

TORRES, B. M. et al. Efeito de um agente dessensibilizante na rugosidade do esmalte após clareamento. UNOPAR Cient Ciênc Biol Saúde. v. 17, n. 2, p. 87-91, 2015.

XAVIER, R. C. A. P. et al. Avaliação da rugosidade do esmalte de dentes bovinos clareados com e sem ativação por laser. RSBO. v. 6, n. 1, p. 29-33, 2009.

KARASAWA, L. H. et al. Influência da formação de película adquirida e aplicação tópica de flúor na microdureza do esmalte tratado com peróxido de hidrogênio a 35%. Braz Dent Sci. v. 13, n. 2, p. 10-15, jan./jun., 2010.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.