Estudo anatômico do Mesófilo Foliar de Albizia Spp

Maria Olívia Mercadante Simões, Paulo Sérgio Nascimento Lopes, Maria Neudes Sousa de Oliveira, Élcio Meira Fonseca Júnior, Leonardo Monteiro Ribeiro

Resumo

Algumas espécies arbóreas, pertencentes ao gênero Albizia, têm sido utilizadas na revegetação de áreas degradadas. Estudos da anatomia foliar de uma espécie de Albizia foram feitos com o objetivo de acrescentar informações ao gênero. Folhas de plantas coletadas às margens do reservatório da Copasa, no município de Juramento-MG, foram fixadas em solução FAA 50%, para elaboração de cortes histológicos e submetidas a série usual de desidratação em álcool/xilol e dupla coloração com safranina e verde-rápido. O mesófilo visto transversalmente apresenta-se composto de um tecido paliçádico, com 2 a 3 camadas de células alongadas, abaixo da superfície adaxial, e um tecido paliçádico com 1 a 2 camadas de células adjacentes à superfície abaxial, correspondendo no total, a 3/4 do mesófilo. O parênquima lacunoso é constituído por cerca de 2 a 3 estratos celulares, cujos elementos têm forma arredondada e paredes finas. As lacunas entre as células são relativamente pequenas, de contorno irregular e tamanho variável. Os feixes vasculares, do tipo colateral, apresentam elementos de vaso com diâmetro de até 4 vezes o diâmetro das células do floema e uma bainha de esclerênquima composta de 1 a 2 células, circundando todo o feixe. A espécie apresenta características xeromórficas como a presença de tecido paliçádico isobilateral e tecido lacunoso reduzido, com poucos e pequenos meatos intercelulares.

Palavras-chave

Anatomia foliar; Albizia; Leguminosae; Mimosoidea

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.