Notícias veiculadas na mídia a respeito de meninas com reação após a vacina contra o HPV

Amanda Carvalho Alves, Amanda dos Santos Fratucci, Amanda Carolina Zicatti da Silveira, Gabriela Michelan Santoro, Laura Ferreira de Rezende

Resumo

Resumo: Verificar notícias da mídia sobre a possível reação da vacina contra o Papiloma Vírus Humano e analisar a veracidade destas, para isso foi realizada uma busca na mídia digital a respeito das queixas de pacientes que tomaram a vacina, além de uma pesquisa baseada em artigos de revisão sistematizada, editoriais e bula da vacina. A seleção dos artigos ocorreu através dos bancos de dados: Lilacs, Pubmed e Scielo. Não foram encontrados artigos científicos nas bases de dados referidas relacionados a reação da vacina contra o Câncer de colo uterino. A bula, emitida pelo fabricante GlaxoSmithKline, especifica que podem ocorrer reações adversas nos pacientes que a utilizam, relacionadas com as queixas das pacientes. Os sintomas relatados pelas pacientes não estão relacionados especificamente com a vacina do Papiloma Vírus Humano, mas com um estresse pós-injeção. Entretanto, não se pode deixar de ressaltar que a bula aponta que alguns dos sintomas referidos pelas adolescentes podem ser devido a vacina. Toda queixa pós-vacina merece atenção e avaliação criteriosa do médico. A vacina do Papiloma Vírus Humano é um medicamento novo e nem todos os efeitos colaterais estão bem descritos, após o início da sua administração em larga escala.

Resumo: Verificar notícias da mídia sobre a possível reação da vacina contra o Papiloma Vírus Humano e analisar a veracidade destas, para isso foi realizada uma busca na mídia digital a respeito das queixas de pacientes que tomaram a vacina, além de uma pesquisa baseada em artigos de revisão sistematizada, editoriais e bula da vacina. A seleção dos artigos ocorreu através dos bancos de dados: Lilacs, Pubmed e Scielo. Não foram encontrados artigos científicos nas bases de dados referidas relacionados a reação da vacina contra o Câncer de colo uterino. A bula, emitida pelo fabricante GlaxoSmithKline, especifica que podem ocorrer reações adversas nos pacientes que a utilizam, relacionadas com as queixas das pacientes.Os sintomas relatados pelas pacientes não estão relacionados especificamente com a vacina do Papiloma Vírus Humano, mas com um estresse pós-injeção. Entretanto, não se pode deixar de ressaltar que a bula aponta que alguns dos sintomas referidos pelas adolescentes[TT1]  podem ser devido a vacina. Toda queixa pós-vacina merece atenção e avaliação criteriosa do médico. A vacina do Papiloma Vírus Humano é um medicamento novo e nem todos os efeitos colaterais estão bem descritos, após o início da sua administração em larga escala. [TT2] 

 [TT1]Substituir por “...adolescentes...”.

 [TT2]Para artigos de revisão, deve-se adotar o resumo narrativo. Veja diretrizes no site: www.ruc.unimontes.br

Palavras-chave

vacina, hpv, reação

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

VIDAL, A.T; SILVA, E.N; SILVA, F.H.C.V; BRITO, G.V; CALAIS, G.P; MACHADO, J.R.O; Câncer de Colo de Utero: a vacina para a prevenção e o desafio para a melhoria da qualidade do rastreamento no Brasil. BRATS: Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde, v. VI, n. 17, p. 1-16, dez. 2011.

NADAL, S.R.; MANZIONE, C. R. Vacinas Contra o Papilomavirus Humano. Rev bras Coloproct, v. 26, n. 3, p. 337-340, ago. 2006.

SILVA, M.J.P.M.A.; GONÇALVES, A.K.S.; GIRALDO, P.C.; PONTES, A.C., DANTAS, G.L.; SILVA, R.J.O.; SILVA, L.G.P. A eficácia da vacina profilática contra o HPV nas lesões HPV induzidas. Feminina, v. 37, n. 10, p. 519-526, out. 2009.

MARTINS, F.F.L.; THULER,L.C.S.; VALENTE. Cobertura do exame de Papanicolau no Brasile seus fatores determinantes: uma revisão sistemática da literatura. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 27, n. 8, p. 485-492, jul. 2005.

DERCHAIN, S.F.M; SARIAN, L.O.Z. Vacinas profiláticas para o HPV. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v.29, n. 6, p. 281-284, jun. 2007.

ROSA, M.I.; MEDEIROS, L.R.; ROSA, D.D.; BOZZETI, M.C.; SILVA, F.R.; SILVA, B.R. Papilomavírus humano e neoplasia cervical. Caderno Saúde Pública. V. 25, n.5., 953-64, 2009.

Harris T.; Williams D.M.; Fediurek J.; Scott T.; Deeks S.L. Adverse events following immunization in Ontario's female school-based HPV program. Vaccine. v. 32, n. 9, 1061-6, feb. 2014.

SÃO PAULO. Secretaria de Estado da Saúde. Informe Técnico : vacina contra Papiloma Vírus Humano (HPV). Disponível em: < http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/imuni/pdf/HPV14_INFORME_TECNICO.pdf>. Acesso em: 11 nov. 2014.

Nova Jérsei, USA, Whitehouse Station. HIGHLIGHTS OF PRESCRIBING INFORMATION -GARDASIL® [Human Papillomavirus Quadrivalent (Types 6, 11, 16, and 18) Vaccine. Disponível em: Acesso em: 12 de Nov.2014.

RIO DE JANEIRO. Bula gsk. Vacina contra HPV oncogênico (16 e 18, recombinante, com adjuvante AS04). Disponível em: . Acesso em: 13 de nov. 2014.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.