Abordagem familiar na visão de uma equipe multiprofissional: estudo de caso

Maria Aparecida Barbosa de Sá, Sibelle Gonçalves de Almeida, Thiago Antunes de Oliveira, Keyla Marinho de Paiva, Ludmilla Rodrigues Campolina, Claudia Danyella Alves Leão, Carlos Alberto Quintão Rodrigues

Resumo

Resumo: Objetivou-se relatar em um caso clínico a experiência de uma equipe multiprofissional na abordagem familiar realizada através da aplicação das ferramentas de trabalho: Genograma, FIRO, P.R.A.C.T.I.C.E., Ciclo de Vida e Conferência Familiar, em uma família assistida por uma Equipe de Estratégia em Saúde da Família. A utilização dos instrumentos sistematizados facilitou a compreensão da estrutura, funcionamento e dinâmica da família em estudo, permitindo maior interação entre os profissionais de saúde e a família. A experiência permitiu ainda a contribuição para a reorganização dos papéis familiares incentivando a divisão de tarefas entre os membros através da elaboração de um plano de cuidados construído a partir das demandas dos próprios familiares.

Palavras-chave

Saúde da família; Relações familiares; Estratégia Saúde da Família.

Texto completo:

Texto completo

Referências

REFERÊNCIAS

- ROSA, W.A.G; LABATE R.C. Programa saúde da família: a construção de um novo modelo de assistência. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet], v. 13 n. 6, p. 1027-1034, 2005.

- MACHADO, H.B. Identificação de Riscos na Família a partir do Genograma. Rev. Fam. Saúde Desenv., v.7, n. 2, p. 149-157, 2005.

- NETO, I.G. A conferência familiar como instrumento de apoio à família em cuidados paliativos. RevPortClinGeral., v. 15, n. 19, p. 68-74, 2003.

- MINISTÉRIO DA SAÚDE, MS. Atenção primária: equilíbrio entre a necessidade de saúde, serviços e tecnologias. Brasília: UNESCO, Ministério da Saúde; 2002.

- GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO. Manual de assistência domiciliar na atenção primária à saúde. Experiência do SSC/GHC. Porto Alegre: serviço de saúde comunitáriado Grupo Hospitalar Conceição, 2003.

- SILVEIRA, A.D.O.F. Uso das ferramentas de saúde da família na construção do cuidado em saúde. In: Arcanjo DR. Saúde da Família na atenção primária. Curitiba: IBPEX, p. 101-23, 2007.

- MOYSÉS, S.T; TALBOT, Y; CZECZKO, N.G et al. Ferramenta de descrição da família e dos seus padrões de relacionamento: genograma: uso em saúde da família. Revista Médica do Paraná, 57, n. ½, p. 28-33, 1999.

- WILSON, L; BADER, E. Ciclo de vida da família. In: Wilson L. Trabalhando com famílias: livro de trabalho para residentes. Curitiba: SMS, p. 38-9, 1996.

- CHAPADEIRO, C.A; ANDRADE, H.Y.S.O; ARAÚJO, M.R.N. A família como foco da Atenção Primária à Saúde. Nescon/UFMG, p. 100, 2011.

- SILVA, C.C; SILVA, A.T.M.C; LOSING, A. A integração e articulação entre as ações de saúde e de educação no programa de saúde da família –PSF. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 8, n. 1. P. 70 – 74, 2006.

- SILVA, J.V, SANTOS, S.M.R. Trabalhando com Famílias Utilizando Ferramentas Revista APS, v.6, n.2, p. 77-86, 2003.

- BRASIL, C.H.G. Residência em Medicina da Família e Comunidade e Especialização em Saúde da Família para Enfermeiros e Cirurgiões dentista. Montes Claros: UNIMONTES, 2010.

- MOYSÉS, S.J; SILVEIRA FILHO, A.D. Os dizeres da boca em Curitiba: boca maldita, boqueirão, bocas saudáveis. Rio de Janeiro: CEBES, 2002. 155-60 pg.

- MOREIRA, M.D, CALDAS, P.C. A importância do cuidador no contexto da saúde do idoso. Escola Ana Nery. R. Enfermagem, Rio de Janeiro, 2007, v. 11, n, 3.

- WANDERBROOCKE, A.C.N.S. (2002). Perfil do cuidador do paciente idoso com câncer. Sico, 2002, v. 33, n. 2, p. 401-412.

- PERLINI, N.M.O.G; FARO, A.C.M. Cuidar de pessoa incapacitada por acidente vascular cerebral no domicílio: o fazer do cuidador familiar. Rev Esc Enferm USP, 2005, v. 39, n. 2, p. 154-63.

- FERREIRA, H.P; MARTINS, L.C, BRAGA, A.L.F, GARCIA, M.L.B. Rev Bras Clin Med., São Paulo, 2012, v. 10, n. 4, p. 278-84.

- SANTANA, S.F; ALMEIDA, K.S; SAVOLDI, N.A.M. Indicativos de aplicabilidade das orientações de enfermagem no cotidiano de cuidadores de portadores de Alzheimer. Rev Esc Enferm USP, 2009, v.43, n.2, p.459-64.

- SILVEIRA, T.M. O sistema familiar e os cuidados com pacientes idosos portadores de distúrbios cognitivos. Textos Envelhecimento, 2000, v.3, n.4, p.23-31.

- SANTANA, S.F; ALMEIDA, K.S, SAVOLDI, N.A.M. Indicativos de aplicabilidade das orientações de enfermagem no cotidiano de cuidadores de portadores de Alzheimer. Rev Esc Enferm USP. 2009, v. 43, n. 2, p.459-64.

- SONG, L.; SINGER, M. Life stress, social support, coping and depressive symptoms: a comparison between the general population and family caregivers. Int J Soc Welf [internet] 2006 [cited 2007 Jan 06]; 5:[about 8 p.]. Available from: http://www.blackwell-synergy. com/doi/abs/10.1111/j.1468-2397.2006.00386.x.

- GRUNFELD, E.; COYLE, D, WHELAN, T. et al. Family caregiver burden: results of a longitudinal study of breast cancer patients and their principal caregivers. CMAJ, 2004; v.170, n.12, p. 1795-801.

- ZARIT, S.H; ZARIT, J.M. The memory and behavior problems checklist – 1987R and the burden interview (Technical report). Pennsylvania: Pennsylvania State University; 1987.

- PAIVA, L.F. O papel da Estratégia de Saúde da Família frente às ações de saúde para o idoso e cuidador. Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Núcleo de Educação em Saúde Coletiva . Campos Gerais, 2011. 24f. Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família).

- ALVARENGA, M.R.M; AMENDOLA, F; OLIVEIRA, M.A.C. Qualidade de vida dos cuidadores de pacientes dependentes no programa saúde da família. Revista texto e contexto. Florianópolis, 2008, v. 17, n. 2, p. 266-72.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.