A satisfação do usuário de serviços públicos após a estratégia de empresariamento de seus agentes: o caso da Emater-MG em Montes Claros

Reinaldo César Sandes, Mauro Calixta Tavares

Resumo

Este artigo relata o grau de satisfação de pequenos produtores rurais assistidos pela EMATER-MG após o seu Plano de Desenvolvimento Empresarial, estratégia adotada por esta empresa pública com vistas a superar a crise orçamentária governamental que ameaçava a continuidade de sua existência. Após este novo modelo de gestão, produtores e trabalhadores rurais de baixa renda, antes assistidos com exclusividade, passaram a dividir a atenção, o tempo e os recursos da EMATER-MG com outro público de maior potencial remunerador, como médios e grandes empresários rurais e cooperativas de médio e grande portes. Os resultados alcançados demonstraram que o Plano de Desenvolvimento Empresarial da EMATER-MG, por exigir maior profissionalismo de seus agentes, trouxe melhorias no trabalho de Assistência Técnica e Extensão Rural desenvolvido pela empresa, o que fez elevar o nível de satisfação dos pequenos produtores rurais por ela assistidos gratuitamente.

Palavras-chave

Satisfação do cliente; Empresariamento de órgãos públicos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.