Resenha - Histórias curtas, de Rubem Fonseca: marginalidade contemporânea

Camila Alves da Silva

Resumo

Esta resenha é referente à obra Histórias curtas, de Rubem Fonseca. Lançada recentemente, em comemorando os noventa anos do autor. A obra é composta por trinta e oito contos inéditos que, como o próprio título do livro apresenta, são precisamente curtos. Para aqueles leitores desavisados, que desconhecem a escrita fonsequiana, a figura de uma camisa de força na capa do livro adverte: loucuras da contemporaneidade em apenas cento e setenta quatro páginas. Já para o leitor que acompanha o desenvolvimento da escrita de Fonseca, a obra aparenta ser mais do mesmo já publicado. Mas para os leitores mais atentos, um novo tema se destaca dentro do hall das possibilidades sórdidas normalmente utilizadas pelo escritor, nesta coletânea estão presentes vários contos que tratam da velhice e da degeneração. Temas que aproximam mais ainda o autor do leitor diante de sua atual realidade.

Palavras-chave

Contos; Literatura brasileira; Rubem Fonseca; Histórias curtas;

Texto completo:

Visualizar PDF

Referências

FONSECA, Rubem. Histórias curtas. 1. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.