Humanização do atendimento ao idoso na perspectiva do Agente Comunitário de Saúde na Estratégia de Saúde da Família de Montes Claros-MG

Elaine Cristina Santos Alves, Letícia Santos Rosa, Maricy Kariny Soares Oliveira, Wellinson Santos Alves, Monica Antar Gamba, Joice F. Costa Quadros, Deivide Douglas Araujo

Resumo

Objetivos: O presente estudo teve como objetivo compreender a percepção dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) sobre a Humanização do Atendimento aos idosos no PSF Lourdes I e II. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo de natureza qualitativa. Os sujeitos da pesquisa foram os doze ACS das equipes Saúde da Família Lourdes I e II. A pesquisa foi realizada nos dias 10 a 20 de setembro de 2010. Foi utilizada entrevista semiestruturada como instrumento para coleta de dados. Realizou-se a análise descritiva dos dados através da técnica de análise do conteúdo. Resultados: Os resultados revelaram que, a percepção dos ACS sobre o atendimento humanizado ao idoso significa priorizar o atendimento a este, considerar suas limitações funcionais e respeitar os seus direitos. Ainda segundo eles, este atendimento pode influenciar muito no processo de envelhecimento do cliente. Evidenciou-se também a compreensão dos ACS sobre a necessidade de um treinamento especial para trabalhar com idosos. Conclusão: Propõe-se que sejam realizados treinamentos interdisciplinares que trabalhem as necessidades e alterações do processo de envelhecimento e humanização capacitando os ACS para lidar com mais segurança e compreensão com este ser idoso aprimorando comportamentos e humanizando o cuidado e o cuidador.

Palavras-chave

Percepção; Agente Comunitário de Saúde; Idoso; Humanização

Texto completo:

Texto completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.