Características microscópicas do sêmen de indivíduos que realizaram espermograma por método automatizado

Luís Fernando de Souza Vieira, Héllen Fabiana Batista de Castro, Maria Tereza de Carvalho Almeida, Jaqueline Teixeira Teles, Nair Amélia Prates Barreto, Fernanda Alves Maia

Resumo

A investigação microscópica do sêmen, realizada através da análise dos espermatozoides por meio da concentração, morfologia e motilidade é importante em diversas áreas da medicina. Na tentativa de diminuir a subjetividade da análise seminal e reduzir a variabilidade nos resultados emitidos, alguns laboratórios têm optado por realizar a análise microscópica do sêmen através da utilização de método automatizado. Dessa forma, conhecer as características seminais microscópicas de indivíduos que realizaram espermograma por método automatizado é importante para caracterizar o perfil e subsidiar os profissionais na indicação destes exames. Trata-se de um estudo retrospectivo, onde realizou-se a coleta de dados de espermogramas de 27 indivíduos com idades entre 21 a 65 anos, cujo exame foi realizado por sistema automático de análise seminal, em um laboratório de análises clínicas de um hospital escola, no período de julho de 2008 a abril de 2011. No presente estudo, 19 (70,37%) indivíduos eram normospérmicos, ou seja, os parâmetros concentração, motilidade e morfologia se encontravam dentro dos limites de normalidade proposto pela WHO. Apesar do número elevado de indivíduos normospérmicos não podemos afirmar que estes são potencialmente férteis, uma vez que a fertilidade masculina é uma herança multifatorial e outros fatores devem ser avaliados. Considerando que o número de exames realizados foi baixo, novos estudos são necessários para investigar os possíveis fatores que contribuíram para estes achados.

Palavras-chave

Parâmetros seminais; Análise seminal automatizada; Motilidade; Concentração; Morfologia

Texto completo:

Texto completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.