O futebol feminino em Guanambi: realidade vestida de preconceito

Marlon Messias Santana Cruz, João Narciso Barosa Neto, Fábio Kleber Souza Santos, Flânio Jesus Lessa

Resumo

A Educação Física escolar contribui para a formação do sujeito, o que implica colocar-se contra valores e práticas que desrespeitam a dignidade da pessoa. Assim, o objetivo deste estudo foi desvelar e explicitar os preconceitos associados à questão de gênero, partindo da prática do futebol feminino no Brasil. Procurouse compreender as interfaces e desdobramentos desta prática no interior da escola, analisando a realidade de praticantes no município de Guanambi-BA. Para tal foram analisadas matérias de jornais e entrevistas concedidas por jogadoras de futebol feminino. Apesar de todo o preconceito que se pôde evidenciar durante a análise desses dados, destacou-se o alto índice de praticantes de futebol, tanto nas escolas como em bairros, demonstrando o espírito da mulher quando o que está em questão é sua busca por espaços antes apenas frequentados por homens.

Palavras-chave

Educação Física Escolar, Gênero e Futebol

Texto completo:

Texto completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.