Biologia reprodutiva de Butia capitata (Mart.) Beccari (Arecaceae) em uma área de cerrado no norte de Minas Gerais

Maria Olívia Mercadante-Simões, Rúbia Santos Fonseca, Leonardo Monteiro Ribeiro, Yule Roberta Ferreira Nunes

Resumo

Este trabalho teve como objetivo caracterizar aspectos relacionados com a biologia reprodutiva de Butia capitata (Arecaceae). O estudo foi desenvolvido no período de fevereiro a junho de 2005, em uma área de cerrado sensu stricto no Município de Montes Claros – MG. O tamanho e/ou a idade da planta, em indivíduos reprodutivos, não apresentaram correlação com o número de inflorescências produzidas. Foi observada a presença de néctar nas flores masculinas e femininas. A rara ocorrência de sincronia entre as fenofases masculinas e femininas em uma mesma planta contribuem para a xenogamia nesta espécie, o que torna necessária a manutenção de vários indivíduos para que ocorra a polinização e a conservação da população no ambiente.

Palavras-chave

Palmae; Butia capitata; Cerrado; Biologia reprodutiva

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.