Tecamebas (Protozoa Rhizopoda) associadas às macrófitas aquáticas da bacia do rio Jequitinhonha: Parque Estadual do Rio Preto e Parque Estadual do Grão Mogol, MG

Maria Beatriz Gomes e Souza

Resumo

Os ambientes estudados encontram-se preservados em Áreas Protegidas e se localizam no Platô de Diamantina e Serra do Grão Mogol, na Serra do Espinhaço, em Minas Gerais. Tecamebas pertencem ao grupo dos protozoários providos de “tecas” que proliferam entre plantas aquáticas e são apontados como bons indicadores da qualidade das águas. O objetivo do trabalho foi reportar a riqueza de tecamebas associadas às macrófitas aquáticas identificadas em dois rios da bacia do rio Jequitinhonha, localizados nos Parques Estaduais do Grão Mogol e do Rio Preto. Foram identificados um total de 108 táxons, que pertencem a 17 gêneros, sendo 78 espécies, 13 sub-espécies e 17 morfo-espécies. Os gêneros Difflugia, Nebela e Centropyxis apresentaram o maior número de táxons e 17 novos registros foram reportadas para o Brasil.

Palavras-chave

Tecamebas aquáticas; Rio Jequitinhonha; Unidades de Conservação; Serra do Espinhaço

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.