Centro de distribuição: investimento ou sobrevivência

Juarez Nonato Guimarães

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar o posicionamento estratégico das principais empresas de laticínios brasileiras. Para tanto, realizou-se uma pesquisa tipo aplicada, de nível explicativo e de caráter qualitativo, tendo como meio de investigação o estudo de caso. A amostra foi selecionada por tipicidade, e a pesquisa aconteceu em duas etapas. A primeira etapa foi uma pesquisa indireta, a fim de conhecer a dinâmica setorial na década de 2000 e conhecer o posicionamento competitivo das principais indústrias e varejistas de laticínios do país. Na segunda etapa a pesquisa foi direta, por meio de entrevistas semi-estruturadas, com os seis principais hipermercados em atividade no país, além de três indústrias de laticínios destacadas entre os cincos primeiros no rancking brasileiro de laticínios e ainda, dois dos maiores atacadistas em nosso mercado. Optou-se por estuda-los, pois, a partir de acompanhamento prévio, verificou-se que eles se destacavam em desempenho mercadológico e financeiro em suas atividades, sendo desconhecido se havia mais vantagens ou desvantagens em se espalhar centros de distribuição pelos estados brasileiros. A análise por meio da cadeia de valor mostrou que há vantagens pela centralização através de centros de distribuição espalhada nos estados, conseqüentemente, nas principais cidades brasileiras por tratar-se de sua sobrevivência, conseguindo agilidade no abastecimento das lojas, atendimento aos clientes com economia e maior rapidez, benefícios com redução de custos, aumento de produtividade, melhoria e qualidade nos níveis de serviços prestados, garantindo a competitividade da indústria e varejo no mercado brasileiro.

Palavras-chave

Centro de Distribuição; Redução de Custos; Produtividade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.