Tomando alho por bugalhos: o decantado desenvolvimento

João Batista de Almeida Costa

Resumo

Discussão crítica da noção de desenvolvimento por meio de duas estratégias inter-relacionadas. Por um lado, a partir da literatura sobre o assunto procuro desnaturalizar essa noção mostrando o contexto específico de sua emergência e de sua transformação em uma poderosa crença ideológica partilhada tanto pelos países centrais quanto pelos países periféricos. E, por outro lado, a partir de dados etnográficos e de interpretações historiográficas sobre o norte de Minas mostro que a noção de desenvolvimento possui significados variados para os diferentes grupos sociais que compõem esta região: as elites políticas e econômicas, os lavradores de descendência européia e as comunidades negras da Jahyba, dentre elas Brejo dos Crioulos, politicamente definidas como remanescentes de quilombo. Finalmente, faço uma leitura crítica sobre o compromisso ético dos intelectuais locais frente a estas populações e seus destinos.

Palavras-chave

Desenvolvimento; Crença ideológica; Crítica cultural

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.