Mandonismo e violência em São João da Ponte, 1918-1970: Um estudo de caso

César Henrique de Queiroz Porto, Clelma Rodrigues Martins

Resumo

A intenção deste artigo é discutir os atos violentos, em particular os casos de homicídios cometidos pelos “coronéis” da Família Campos de São João da Ponte, em Minas Gerais, entre 1918 e 1970. O objetivo principal desta pesquisa é compreender como a violência foi aplicada pela Família Campos aos adversários em prol do poder.

Palavras-chave

Coronelismo; Mandonismo; Violência; São João da Ponte; Homicídio

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.