Saúde bucal de adultos do município de Montes Claros

Desirée Sant'Ana Haikal, Andréa Maria Eleutério de Barros Lima Martins, Alfredo Maurício Batista De-Paula, André Luiz Sena Guimarães, Thalita Thirza de Almeida Santa-Rosa, Pedro Emílio Almeida de Oliveira, Celsia Adriane Dias da Silva, Luis Otávio Silveira Sales, Samantha Mourão Pereira, Efigênia Ferreira e Ferreira

Resumo

Resumo: Objetivo: Descrever as condições de saúde bucal dos adultos de Montes Claros–MG. Metodologia: A metodologia constituiuse de entrevistas e exames domiciliares conduzidos por profissionais calibrados, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde, com amostra probabilística por conglomerados dos adultos (35-44 anos) do município. Avaliou-se a presença de placa e cálculo,CPI, PIP, condições das coroas e raízes dentárias, CPOD, COR, necessidade de tratamento dentário, uso e necessidade de próteses e alterações em tecidos moles. Utilizou-se o programa SPSS® em análises descritivas corrigidas pelo efeito de desenho. Resultados: Dos 841 adultos avaliados, 45,7% utilizaram serviços odontológicos no último ano, 35% utilizaram serviços públicos e 4% eram edentados. Entre os dentados, 57,2% apresentaram placa e 57% cálculo. As condições mais prevalentes do CPI e PIP por indivíduo foram respectivamente cálculo (38,9%) e perda de inserção de 0-3 mm (63,7%), sendo que 9,6% eram doentes periodontais. Verificouse CPOD médio de 17,7 (EP=0,4) e COR de 0,47 (EP=0,05). O número médio de dentes presentes por indivíduo foi 23,2 (EP=0,37),de coroas hígidas foi 13,2 (EP=0,4) e de raízes expostas foi de 4,0 (EP=0,4). A maioria dos dentes (91,4%) não apresentou necessidade de tratamento, embora 52% dos adultos apresentaram tal necessidade. Aproximadamente 34% usavam e 66% necessitavam de algum tipo de prótese e 13,4% possuíam lesões em tecidos moles. Conclusão: Tais resultados devem ser considerados no planejamento e organização de serviços odontológicos direcionados aos adultos no município, subsidiando políticas compatíveis com os problemas identificados, buscando-se maior acesso aos serviços públicos.

Palavras- chave: Saúde Bucal. Adultos. Epidemiologia. Cárie. Doença periodontal.

Palavras-chave

Saúde Bucal. Adultos. Epidemiologia. Cárie. Doença periodontal.

Texto completo:

Texto completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.